Notícias

Volta às aulas somente com planejamento seguro de infraestrutura

A vereadora Tânia Bastos participou, nesta tarde (22), da audiência da Comissão de Acompanhamento das Ações de Retorno às Aulas Presenciais na Rede Municipal de Ensino, no ano letivo de 2021, e a estruturação do calendário de reposição das aulas relativas ao ano de 2020, com transmissão no Youtube no canal da Rio TV/Câmara, presidida pelo vereador Márcio Santos.

Na oportunidade, ressaltei as reclamações que recebi de pais de alunos que não conseguiram matricular seus filhos na rede. “Não adianta essa discussão de retorno híbrido, ou seja, aulas online e presenciais, se temos uma escassez de matrículas na rede se ensino. Precisamos resolver essa questão!”, ressaltou a vereadora Tânia Bastos.

Por unanimidade, todos defendem que embora a volta às aulas seja necessária, isso só poderá ocorrer se houver um planejamento seguro de infraestrutura física, e após a imunização dos professores e todos os envolvidos na área da educação.

O representante do TCM, Marcos Vinícios ressaltou que uma pesquisa feita pelo órgão apontou que 70% das escolas que reabriram durante a pandemia apresentaram contaminação pelo Covid, lembrando que das 1.542 escolas da rede pública, 77% apresentam problemas estruturais.

Hermano Castro, da Fiocruz, alerta que a Prefeitura não tem uma política pública e sanitária adequada para refrear o avanço da doença e nem transparência em seus métodos de avaliação.

A vereadora Tânia Bastos colocou a sua agenda à disposição da Comissão para consolidar visitas às escolas e às Coordenadorias Regionais de Educação com intuito de fiscalizar as condições de estruturais de biossegurança das unidades.

A reunião contou com a presença de representantes do Tribunal de Contas do Município (TCM), Ministério Público, Defensoria Pública, Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro, Fiocruz, Conselho de Segurança Alimentar, Conselho Escola Comunidade (CEC) e o movimento Trissomia do Amor; além dos parlamentares: Thais Ferreira (PSOL), Reimont (PT) e Chico Alencar (PSOL).

Por Leticia Namorato – ASCOM Tânia Bastos

Fotos: ASCOM Câmara dos Vereadores 

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin