Comitê tem um mês para apresentar Plano contra o crack e a prostituição infantil

A Prefeitura do Rio  estabeleceu nesta segunda-feira (29/04), através de decreto, o prazo de 30 dias para que o Comitê Integrado de Gestão Governamental de Desenvolvimento Social apresente Plano de Ação para o combate ao uso do crack e da prostituição infantil.

O trabalho deverá apresentar propostas dotadas de mapeamento das áreas de concentração de crianças e adolescentes em situação de violência sexual e em uso do crack.

Além disso, serão identificadas as unidades de saúde de referência que irão agir com os equipamentos de Assistência Social e demais serviços de atendimento a esse grupo.

cOMENTÁRIOS

Posts mais visualizados