Notícias

Projeto de Lei para criar o Conselho dos Direitos da Mulher deve chegar à Câmara Municipal do Rio de Janeiro ainda este ano

contblaPresidente da Comissão Permanente de Defesa da Mulher, da Câmara do Rio de Janeiro, a vereadora Tânia Bastos (PRB), se reuniu com o prefeito Eduardo Paes, para discutir os últimos detalhes e acelerar o projeto de lei do Executivo que cria um Conselho Municipal de Direitos da Mulher. A votação deve acontecer ainda este ano.

Desde que assumiu o seu primeiro mandato, a parlamentar tem lutado para que as cariocas tenham vez e voz na elaboração das políticas públicas voltadas para as mulheres na capital fluminense.

taniabastos-interna-3001Eleita delegada para representar o Estado e o Município na Conferência Nacional de Políticas Públicas para as Mulheres, realizada em Brasília, Tânia passou por dificuldades para garantir a participação no evento.

“O Rio de Janeiro tinha direito a 19 vagas no encontro, mas perdemos nove para outros municípios bem menores na quantidade populacional, porque não temos um Conselho que defenda e fiscalize o cumprimento de nossos direitos. A cidade de Seropédica, por exemplo, com apenas doze anos de emancipação, já tem um Conselho, enquanto o Rio de Janeiro, cidade conhecida mundialmente, não tem. Isso é um absurdo”, disse a parlamentar.

A parlamentar e a Coordenadora Especial de Promoção da Política para Igualdade de Gênero (CEPIG), Terezinha Lameira, que firmaram parceria entre o Executivo e o Legislativo, vêm trabalhando juntas para que o Rio tenha o seu Conselho.

Comentários

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin