Notícias

Tânia Bastos e Cepig promovem debate sobre Direitos Humanos e Cidadania

Palestra Direitos HumanosDurante a palestra Direitos Humanos e Cidadania, fruto da parceria entre a presidente da Comissão da Mulher, vereadora Tânia Bastos, e a Coordenadoria Especial de Promoção da Política para a Igualdade de Gênero, realizada nesta terça-feira, dia 7 de dezembro, a violência e, principalmente, a ocupação do Complexo do Alemão pelo Estado foi o grande destaque.

Para o reitor da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Aloísio Teixeira é preciso entender a questão dos Direitos Humanos de uma forma mais global. “Os Direitos Humanos não são a defesa da minoria, mas de todos. Nós vivemos em uma das sociedades mais desiguais do mundo e que cria uma cultura desigual. Precisamos enfrentar o problema na base e discutir mais sobre políticas públicas, por isso, eu proponho uma parceria entre a UFRJ e a Câmara para que possamos realizar um seminário sobre o assunto”, sugeriu.

Palestra Direitos HumanosJá a vereadora defendeu a integração entre os poderes. “Não é só ocupar o território que antes era dominado pelo tráfico, é preciso uma invasão de serviços públicos por parte dos governos federal, estadual e municipal. A Câmara do Rio é a casa do povo e, por isso, aceitamos o convite e estamos abertos a sediar um evento para debater a violência”, afirmou. A presidente do Cedim Superintendente de Direitos da Mulher da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SUDIM), Cecília Soares apoiou a ideia. “O direito de uma vida sem violência não só não morrer, mas é o direito à saúde, ao emprego e à política”, disse.

Família Professora SueliA coordenadora Especial de Promoção da Política para a Igualdade de Gênero, Terezinha Lameira afirmou que a Prefeitura do Rio trabalha com um pacote de ações para a região. “Não basta apenas discutir, mas articular as políticas com quem vai usufruir delas”, defendeu. A mesma opinião tem a professora da Mariléa Venâncio Porfírio (Escola de Serviço Social/ UFRJ e Diretora do Núcleo de Estudos de Políticas Públicas em Direitos Humanos Suely Souza de Almeida/ UFRJ). “A união dos três poderes, das coordenadorias e das universidades é fundamental para que possamos construir uma sociedade mais justa”, concluiu.

Antes de encerrar o evento, a vereadora Tânia Bastos prestou uma homenagem à professora Suely Souza de Almeida (in memoriam) com a entrega de Moções de Louvor e Aplausos à família da pesquisadora que é um ícone na defesa dos direitos humanos, gênero e violência contra a mulher. De acordo com o marido da homenageada, Gutemberg Leão de Almeida Filho, a esposa adoraria estar participando do encontro. “Tenho certeza que se ela estivesse aqui, ela já estaria pensando além e produzindo muito”, lembrou.

Confira aqui a nossa galeria de fotos do evento

Comentários

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin