Notícias

SPM-Rio promove seminário ‘Cariocas na Política: mulher, democracia e poder’ e vereadora é a mediadora do debate sobre a participação política e a sub-representação feminina

IMG_20150727_114401434Presidente da Comissão Permanente de Defesa da Mulher da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, a vereadora Tânia Bastos (PRB-RJ), mediou o tema “A Participação política das mulheres e sua sub-representação” do terceiro módulo do seminário “Cariocas na Política: Mulher, Democracia e Poder”, no plenário do TRE/RJ, nesta última segunda-feira (27/7), a convite da Secretaria Especial de Políticas Mulheres do município do Rio de Janeiro (SPM-Rio).

Segundo a secretária da SPM-Rio, Ana Rocha, o objetivo do encontro era levantar dados sobre a sub-representação da mulher na política, e pontuar os motivos da baixa representatividade das mulheres no poder. “Há um anseio das mulheres em se colocar na política e romperem com a sub-representação feminina. O seminário é um espaço de construção de ideias e ferramenta para superar obstáculos”, afirmou.

IMG_20150727_094516581A vereadora Tânia Bastos destacou a importância da iniciativa. “A eleição municipal está próxima. É importante instrumentos como este seminário para atrair mulheres ao pleito eleitoral e garantirmos a nossa representatividade”, disse a vereadora Tânia Bastos.

Durante o encontro, a diretora de Projetos Especiais do Instituto Pereira Passos (IPP), Andrea Pulici, apresentou dados sobre a sub-representação da mulher em diversas esferas como educação e renda. Segundo Andrea, apesar de um aumento do número de mulheres no ensino superior, elas ainda estão concentradas nas áreas de Letras/Humanidades e Saúde. No âmbito do trabalho, elas recebem 40% menos que os homens. Já na política, percebe-se um aumento tímido na participação política das mulheres, na cidade do Rio de Janeiro. Em 2008, apenas 20% de mulheres pleitearam a candidatura para vereadoras, já em 2012 foram cerca de 30%. Entretanto, no mesmo ano, apenas 16% foram eleitas, índice maior do que nas casas estadual e federal. Hoje, no Brasil, apenas 10,6% do Congresso nacional é ocupado por mulheres.

IMG_20150727_111838301_HDR A pesquisadora Clara Maria de Oliveira Araújo afirmou que as mulheres ficaram ausentes e foram excluídas dos espaços decisórios em todos os níveis: político, cargos de poder, no trabalho, nos poderes de guerra e nos poderes religiosos. “As mulheres representam 52% da população brasileira. Se não estivermos no poder, não vamos deliberar a forma de vida cotidiana da sociedade em sua diversidade”, concluiu a pesquisadora.

Já a deputada Marta Rocha trouxe a concretude do tema ao contar sua história de representação política. Marta Rocha acredita que a exposição do trabalho tanto em cargos políticos como de poder, favorece a candidata em sua trajetória de campanha.

IMG_20150727_113623467A representante do PT Jurema Batista exibiu o vídeo “Tão Poucas ou Quase Nenhuma: Mulheres Negras na Política”, de 2015. O vídeo retrata a dificuldade do ingresso da mulher negra na esfera política. “O pleito eleitoral para as mulheres é muito difícil, especialmente para as mulheres negras, que sofrem diariamente com o preconceito. É preciso empoderar as mulheres para o exercício do poder”, disse Jurema.

Para a presidente estadual do PMDB Mulher, Kátia Lôbo, a principal forma de combater a sub-representação feminina é o empoderamento. “É preciso incentivar a educação política e engajamento feminino, identificar e incentivar as candidaturas reais e defender arduamente o pouco espaço que temos”, concluiu Kátia.

Ao final do seminário, o público fez perguntas pelo público sobre a sub-representação da mulher na política, o recorte de raça nessa luta, empoderamento feminino, dentre outras, que foram comentadas pelas palestrantes.

O Seminário “Cariocas na Política: Mulher, Democracia e Poder” é coordenado pela SPM-Rio e Escola Judiciária Eleitoral do Rio de Janeiro (EJE-RJ) e acontece até o dia 24 de agosto.

Com informações da SPM-Rio

 

Comentários

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin