Notícias

Reivindicação: “Cabritinho” terá itinerário definido em mais de 20 comunidades

encontrocabritinhosO serviço de transporte comunitário, conhecido como “Cabritinho”, passará a ter itinerário definido em mais de 20 comunidades da cidade. Nesta segunda-feira, dia 16, o Diário Oficial publicou a resolução da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) que cria 23 linhas do serviço na região Central, Zona Sul e Grande Tijuca e estabelece os trajetos. Até então, os “cabritinhos” tinham condições operacionais reguladas apenas no Complexo do Alemão, e nos morros do Tirol e do Banco.

A medida tem como objetivo organizar o transporte comunitário nessas regiões que não são atendidas por linhas de ônibus. As vans deverão circular apenas dentro das comunidades a fim de atender à necessidade de deslocamento dos moradores. A SMTR providenciará a confecção dos documentos de autorização, de porte obrigatório, assim como registro, vistoria, acompanhamento, controle e fiscalização da prestação de serviço.

O motorista que quiser operar “cabritinhos” nessas regiões deverá procurar postos da SMTR (Centro, Leblon e Vila Isabel) para solicitar essa autorização. Os prestadores de serviço autorizados deverão obedecer aos itinerários previstos na resolução e o Código Disciplinar dos “Cabritinhos”, estabelecido pelo decreto 37.802 de 15 de outubro de 2013.

dcabritinho2A vereadora Tânia Bastos comemorou a iniciativa da Prefeitura do Rio. “Por diversas vezes, estive reivindicando com o prefeito Eduardo Paes e com os secretários municipais de Transporte para regulamentação desse serviço que funciona apenas dentro das comunidades da nossa cidade. Fizemos um debate público com este tema em 2011 e, no final de 2013, promovi junto com o secretário municipal de Transportes, Carlos Osório (hoje secretário estadual da pasta), o vice-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro), Alcino Rodrigues Carvalho, e o vice-governador (na ocasião), Luiz Fernando Pezão, um encontro para discutir sobre a regulamentação do Transporte Complementar Cabritinhos, no Palácio Guanabara. Na época, a Prefeitura do Rio apresentou o cronograma de implementação do serviço que está, finalmente, saindo do papel. Esta Resolução da SMTR é de grande relevância, pois demonstra que estamos avançando, mas aguardo ansiosamente que outras comunidades sejam contempladas, especialmente, as localizadas na Ilha do Governador e adjacências”, disse ela.

Fonte: Com informações da Prefeitura do Rio

Relembre os fatos mais importantes neste processo de regulamentação do Transporte:

Vereadores defendem a regularização do Transporte Cabritinhos em debate público

Vereadora Tânia Bastos, Governo do Estado e Prefeitura do Rio debatem a regularização do Transporte Complementar Cabritinhos

Vereadora Tânia Bastos parabeniza prefeito do Rio por decreto que regulamenta o transporte Cabritinho

Procuradoria do Município aprova proposta para que Cabritinhos precisem apenas de autorização para circular

Tânia Bastos pede mais rapidez ao Executivo para regularizar os Cabritinhos

Veja abaixo a Resolução publicada no Diário Oficial da Prefeitura do Rio:

Comentários

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin