Notícias

Comissão Permanente de Defesa da Mulher vai realizar audiência pública ‘Mamografia aos 40 anos: um direito de toda a mulher brasileira’, dia 30/9, na Câmara do Rio

exames_3A Comissão Permanente de Defesa da Mulher – composta pelas vereadoras Tânia Bastos (presidente), Vera Lins (vice-presidente) e Leila do Flamengo (vogal) – irá promover no próximo dia 30 de setembro, às 9h30, a audiência pública “Mamografia aos 40 anos: um direito de toda a mulher brasileira”, no plenário da Câmara Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano, s/n, Cinelândia).

A iniciativa visa promover a discussão sobre a nova portaria do Governo Federal, nº 1253/2013, que restringe a mamografia para mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos. “Nós queremos mobilizar o Poder Público, a sociedade civil e a classe médica para abraçar esta causa tão importante. Hoje surgem 57 mil novos casos por ano, 35 pessoas morrem por dia, e o Rio, infelizmente, está acima da média nacional”, disse a vereadora Tânia Bastos.

O câncer de mama é o que mais afeta a população feminina e está entre as principais causas de morte em mulheres. Se diagnosticado precocemente, as chances de cura são superiores a 90%. Os exames preventivos são a melhor forma de se detectar problemas logo no início.

De acordo com o presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, Dr. Ruffo de Freitas Júnior, os médicos devem continuar solicitando a mamografia de rastreamento para pacientes a partir dos 40 anos e não aceitar a chamada mamografia unilateral. “Como especialistas, temos a responsabilidade de educar e informar à sociedade sobre os procedimentos mais corretos e seguros em prol da saúde preventiva. E a mamografia é um instrumento de extrema importância, tendo reflexo na redução de cirurgias mutiladoras (mastectomias), diminuição de sofrimento e melhor qualidade de vida da paciente após o câncer”, concluiu.

Comentários

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin