Notícias

Vereadora pede um minuto de silêncio em memória da auxiliar de serviços gerais Cláudia Ferreira da Silva

D_CLAUDIAFERREIRA_1A vereadora Tânia Bastos (PRB-RJ) pediu um minuto de silêncio em memória da auxiliar de serviços gerais, Cláudia Ferreira da Silva, que foi arrastada por um carro da Polícia Militar após ser baleada na comunidade de Congonha, em Madureira.

A parlamentar criticou, na tribuna, a forma de açãos dos policiais. “Infelizmente sabemos que essa não é a primeira nem será a segunda vítima de violência nas comunidades cariocas. Eu fiquei muito comovida com este caso, porque morei na comunidade do Guarabu, na Ilha do Governador, durante 10 anos, e sei o que passei quando, muitas vezes, a Polícia Militar chegava fazendo as suas inserções. Já cheguei a me jogar embaixo da cama, junto com o meu esposo e a minha filha, com medo da bala perdida. É muito triste. Mas o que fizeram com esta mulher, sinceramente, não se faz sequer com um animal! Não é assim que as inserções devem ser feitas nas comunidades”, afirmou.

D_CLAUDIAFERREIRA_3No discurso, ela ainda cobrou mais investimento do Governo nas políticas sociais. “Precisamos não só capacitar a polícia, mas também levar os serviços públicos e cursos de qualificação para dentro destas áreas. A Secretaria de Assistência Social tem recursos para isso. Só basta querer fazer”, concluiu.

Comentários

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin