Notícias

Vereadora Tânia Bastos vai à posse do Ministro da Pesca, Marcelo Crivella

DSC02344_800O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), agora licenciado, tomou posse como ministro da Pesca e Aquicultura, nesta última sexta-feira (2/3), substituindo Luiz Sérgio (PT-RJ), que voltará a exercer o mandato de deputado na Câmara. Eduardo Lopes (PRB), ex-deputado federal assume o Senado, e a vereadora Tânia Bastos (PRB) é a suplente.

Após assinar o termo de posse, Crivella afirmou que já tem quatro metas para o ministério para serem atingidas até 2022: dobrar o consumo per capita de peixe no Brasil; quintuplicar a produção da aquicultura sustentável; duplicar a captura sustentável de peixes do mar; e gerar um milhão de empregos na área da pesca. Os objetivos, explicou, fazem parte de um plano do PRB que foi entregue à presidente Dilma Rousseff no ano passado.

DSC02296_800

Além das metas, o senador disse que pretende criar uma instituição nos moldes da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) para a área da pesca. “Devemos lutar para que a pesca seja tão importante quanto à agricultura no Brasil. Para atingir esses objetivos, precisamos de muita pesquisa. Precisamos de uma Embrapa da Pesca”, disse o senador, que reiterou precisar aprender muito sobre o setor.

O novo ministro também fez uma referência ao fato de não ter experiência na área. “Eu não quero que a presidenta fique triste em ter um ministro da Pesca que não é especialista e não é bom em colocar minhoca no anzol. Mas colocar minhoca no anzol a gente aprende rápido. Pensar nos outros é que é um pouco mais difícil”, disse Crivella.

José Alencar

DSC02345_800

Crivella também elogiou o governo da presidente Dilma e fez uma homenagem ao ex-vice-presidente da República, José Alencar, morto em março de 2011. “Se hoje ele [José Alencar] estivesse aqui, estaria satisfeito ao ver seu PRB assumir uma pasta ligada ao setor produtivo ao qual ele devotou sua vida – disse o novo ministro, que classificou a escolha de seu nome como uma homenagem ao povo fluminense“.

Dilma Rousseff reafirmou a importância da coalizão política que forma seu governo para a condução do país e também lembrou a contribuição de José Alencar durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “A entrada de Marcelo Crivella no meu governo significa o reconhecimento do papel do PRB nesta grande coalizão que nos ajuda a governar. Na verdade, representa a volta do PRB ao exercício do Poder Executivo, já que o PRB esteve conosco durante o governo do presidente Lula, não apenas no ministério, mas na vice-presidência com nosso querido José Alencar – disse Dilma”.

Por Vanessa Santana com Agência Senado

Confira nossa Galeria de Fotos

[nggallery id=130]

Comentários

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin