Notícias

Tânia Bastos presta contas das ações realizadas no primeiro semestre de 2010

tbba1Presidente da Comissão Permanente da Mulher, a vereadora Tânia Bastos promoveu em parceria com a Coordenadoria Especial de Promoção da Política (CEPIG), o I Fórum Serviço Social e Gênero: um espaço para reflexão, na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, neste primeiro semestre de 2010.

tbbala2Também por iniciativa da parlamentar, o legislativo carioca e a Universidade Veiga de Almeida, através do Curso de Graduação de Enfermagem e de Saúde Coletiva, realizaram a I Feira de Saúde da Mulher, oferecendo diversos serviços à população como aferição de pressão, dosagem de glicemia, além das informações educativas e preventivas para a saúde da mulher, dirigidas por professores e universitários.

tbbala3Pelo trabalho desenvolvido, Tânia recebeu convites de templos religiosos para participar de seminários temáticos sobre a mulher e da própria universidade, onde ela participou da semana do meio ambiente, com o tema Diversidade Social e Cultural: Uma proposta cidadã.

tbbala4A vereadora integrou ainda a Comissão Especial da População Adulta em Situação de Rua, que acompanha, estuda e analisa a situação da população de rua a fim de elaborar políticas públicas eficazes que possam auxiliar o Poder Executivo a melhorar a qualidade de vida dessa população, e a Comissão Temporária do Terminal Pesqueiro Público da Ilha do Governador para fiscalizar a obra federal da Secretaria Especial de Pesca, que foi licitada e deve custar R$ 60 milhões.

tbbala5Com relação à produção legislativa, a vereadora conseguiu aprovar o projeto de lei nº 494/2009 que dá o nome de praça Ivo Augusto Furlanetto ao logradouro público inominado na rua Formosa com a Caravelas, no bairro da Ilha do Governador.

Para o segundo semestre, a expectativa é a aprovação do projeto de sua autoria em parceria com o vereador Paulo Messina que regulamenta o artigo 62, parágrafo 11 da Constituição, para permitir a compra de imóvel público no Município através do precatório. “É importante que este projeto seja apreciado pela Câmara em caráter de urgência e sancionado pelo prefeito devido à emenda Constitucional ser nova e extremamente importante para efetivar a política orçamentária do Estado”, concluiu ela, que prevê ainda a intensificação dos trabalhos das comissões especiais e da mulher.

Comentários

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin