Notícias

Trinta mil vagas em creches estão previstas no Plano Plurianual em análise na Câmara

tbcamplenarioEm análise pelos vereadores na Câmara Municipal desde o início de setembro, o Plano Plurianual traz o planejamento para a cidade traçado pelo prefeito Eduardo Paes para os próximos quatro anos.

 Para a área da educação, os destaques são a criação de 30 mil novas vagas em creches públicas e 10 mil na pré-escola e a realização de projetos e ações que visam melhorar o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) das escolas da rede municipal, reduzir a taxa de analfabetismo funcional e a defasagem idade-série e garantir que pelo menos 95% das crianças com até 7 anos estejam alfabetizadas até 2013.

A rede municipal de educação dispõe hoje de 253 creches próprias e 159 conveniadas. Na audiência pública do Plano Plurianual, na Câmara, a secretária de Educação, Cláudia Costin, explicou que as vagas previstas suprirão a demanda hoje não atendida. Para atingir a meta, a prefeitura pretende construir novas creches e ampliar o número de conveniadas, passando do total atual de 412 unidades para 653 em 2013, como consta no PPA. Os locais de novas creches não estão definidos.

A Secretaria de Educação ainda não definiu quantas das novas vagas em creches serão próprias e quantas, terceirizadas. A decisão depende ainda, entre outras coisas, do reajuste, já em estudo, do valor pago pelo município às conveniadas, atualmente de R$ 130 por criança. Tampouco foi anunciado quais bairros ganharão unidades e em que ano. Essas indefinições geram críticas de vereadores e deixam pais de crianças, como Vitória, ainda sem saber quando conseguirão vagas para seus filhos.

O Plano Plurianual traz ainda como metas até 2013 a redução para menos de 5% da taxa de analfabetismo funcional entre os alunos do 4º ao 6º ano e o mesmo patamar para a defasagem de idade série no 6ºano. Diagnóstico da rede feito no início do ano revelou que os índices atuais são de, respectivamente, 14% e 22,09%. Para atender a estes alunos, antes mesmo de o PPA ser enviado à Câmara, a secretaria deu início a programas de reforço e aceleração escolar e à realfabetização, para os quais professores foram especialmente qualificados. Vinte mil alunos já estão sendo realfabetizados.

Comentários

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin