Notícias

Vereadora Tânia Bastos homenageia deputada estadual Beatriz Santos

foto1Emoção à flor da pele. Foi assim a homenagem da vereadora Tânia Bastos (PRB-RJ) à deputada estadual Beatriz Santos (PRB-RJ), que recebeu o conjunto de Medalhas Pedro Ernesto, a maior comenda da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, nesta terça-feira (8/9).

Após a anfitriã Tânia Bastos convocar o procurador federal do trabalho, Wilson Prudente, o desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Fábio Dutra, o assessor do senador Marcelo Crivella, Isaias Zavarize, o instrutor de Krav Maga, Kobi Lichtenstein, e o vereador João Mendes de Jesus para compor à mesa, a parlamentar Beatriz Santos foi aplaudida de pé pela platéia, que contou com a presença de amigos, familiares e da Força Jovem Brasil.

 dsc02221Para o Mestre Kobi Lichtenstein, a congratulação foi mais que merecida. “Poucas são as pessoas que se dedicam a fazer as pessoas sorrirem. A deputada Beatriz faz isso. Se alguém merece essa medalha é ela”, disse. Já o representante do senador Crivella preferiu destacar a pró-atividade da parlamentar. “Essa homenagem é mais do que justa pelo trabalho incansável desta deputada”, elogiou. O vereador João Mendes também se pronunciou. “Dentro do que ela se propõe a fazer é uma mais destemida que acontecem. Ela conquista a todos com seu jeito altruísta de ser”, avaliou.

dsc022631De acordo com o desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Fábio Dutra, também atribuiu às ações desenvolvidas pela deputada durante seu mandato. “Ela tem feito muito pela Comissão da Mulher da Alerj e por todas as outras comissões que participa”, discursou. O mesmo fez o procurador federal do trabalho, Wilson Prudente. “Ela é a expressão da mulher como agente político. Assim como os negros, elas ainda são a minoria nos cargos públicos, mas vale lembrar que a mulher em faz a diferença no dia a dia”, observou.

Depois dos discursos, a deputada chorou ao assistir um vídeo relembrando sua trajetória através de fotos e ao som da música “Se tu quiseres crer”.  Neste momento, a homenageada chorou. “Essa música fala sobre o milagre. E somente Deus pode explicar o fato desta mulher ter ficado órfã aos 4 anos, ter morado na rua, passado fome e hoje ser uma deputada”, disse a vereadora Tânia.

Volta ao passado

dsc023251Antes da entrega da medalha e o diploma foi a hora de Beatriz Santos discursar. “Esta honraria vai ser um marco na minha vida. Quero agradecer a Tânia pelas fotos e por esta medalha, que é de grande relevância para o trabalho que estou desenvolvendo, mas não adianta ser empresária, ter mandato, se a gente não tiver Deus. Ele é a única explicação para a minha vida”, disse.

Os momentos tristes da infância tão foram lembrados. “Aos sete anos de idade, eu era empregada de uma mulher que resolveu cuidar de mim. Eu não alcançava o banco para lavar a louça, mas ele não queria nem saber e me batia se a casa não estivesse limpa. Então, eu decidi morar com um casal de amigos e o filho deles tinha ciúmes de mim. O menino cuspia na minha comida e fazia xixi na cama que eu ia dormir”, recordou.

dsc023171Mas o pior momento ainda estava por vir. “Resolvi deixar minha cidade e vir para o Rio de Janeiro com um casal de amigos. Morei em um pensionato. Perdi o emprego e fui despejada. Não tinha para onde ir e dormi na rua. De tudo isso, a maior dor é, sem dúvida, a da fome. Mas minha vida mudou mesmo quando cheguei à igreja e conheci uma senhora. Ela me ajudou e lembro até hoje da sopa quentinha e gostosa que ela fez. Comi duas colheres e desmaiei. Ali minha vida começou a mudar. Fiz um propósito com Deus e me tornei empresária”, recordou.

beatriz61Em seguida, o grande momento: a vereadora Tânia Bastos entregou a maior comenda da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, o conjunto de Medalhas Pedro Ernesto, para delírio da plateia que lotou a galeria  e plenário da Câmara de Vereadores.

 [nggallery id=12]

Comentários

Compartilhe nas Redes Sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin